Blog de Formação

Campanha da Fraternidade 2012



By  Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil     12:43     

Tema: Fraternidade e Saúde Pública

Lema: “Que a saúde se difunda sobre a terra!” Eclo 38,8

Apresentação da CF
Ao recebermos a imposição das cinzas, no início da quaresma, somos convidados a viver o Evangelho, viver da Boa Nova. A Boa Nova que recebemos é Jesus Cristo. Ele abriu um novo horizonte para todas as pessoas que nele creem. Crer no Evangelho é crer em Jesus Cristo que na doação amorosa da cruz deu-nos vida nova e concedeu-nos a graça de sermos filhos do Pai. Com sua morte transformou todas as realidades, criando um
novo céu e uma nova terra.
 A quaresma é o caminho que nos leva ao encontro do Crucificado-ressuscitado. Caminho, porque processo existencial, mudança de vida, transformação da pessoa que recebeu a graça de ser discípulo-missionário. A oração, o jejum e a esmola indicam o processo de abertura necessária para sermos tocados pela grandeza da vida nova que nasce da cruz e da ressurreição.
Assim, atingidos por Ele e transformados n’Ele, percebemos que todas as realidades devem ser transformadas, para que todas as pessoas possam ter a vida plena do Reino. 
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove a Campanha da Fraternidade, desde o ano de 1964, como itinerário evangelizador para viver intensamente o tempo da quaresma. A Igreja propõe como tema da Campanha deste ano: “A fraternidade e a Saúde Pública”, e com o lema: Que a saúde se difunda sobre a terra (cf. Eclo 38,8). Deseja assim, sensibilizar a todos sobre a dura realidade de irmãos e irmãs que não têm acesso à assistência de Saúde Pública condizente com suas necessidades e dignidade. É uma realidade que clama por ações transformadoras.
A conversão pede que as estruturas de morte sejam transformadas  A Igreja, nessa quaresma, à luz da Palavra de Deus, deseja iluminar a dura realidade da Saúde Pública e levar os discípulos-missionários a serem consolo na doença, na dor, no sofrimento e na morte. E, ao mesmo tempo, exigir que os pobres tenham um atendimento digno em relação à saúde. Que ela se difunda sobre a terra, pois a salvação já nos foi alcançada pelo Crucificado. À nossas Comunidades, grupos e famílias, uma abençoada caminhada quaresmal e celebremos a Jesus Cristo que fez novas todas as coisas.
Dom Leonardo Ulrich Steiner

 
Encontro para fraternidade:
1.      Preparação do Ambiente
Colocar em destaque a Bíblia aberta em Eclo 38,1-15, vela acesa, cartaz da CF e diversas figuras ligadas a médicos e à medicina. Podem-se acrescentar também caixinhas de remédios e outros instrumentos utilizados por médicos e enfermeiros.
2.      Acolhida, cântico e Oração
Mantra: Onde há’mor e há caridade, Deus aí está...
Canto: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui...  
Sejam bem-vindos, irmãos e irmãs jufristas! Paz e bem! No encontro de hoje vamos refletir um pouco sobre a Campanha da Fraternidade que a Igreja no Brasil nos propõe nesse ano de 2012: a saúde pública. Todos nós vivenciamos esse desafio diário para milhares de brasileiros de todas as idades. Peçamos a Deus que ilumine o nosso encontro para que, através de nossas reflexões, possamos ser pessoas e cristãos melhores para servir ao nosso próximo com o amor que esperas de nós.
3.      Ver a realidade
Qual a nossa experiência de saúde no Brasil? Como as pessoas são atendidas? Qual a nossa opinião sobre o SUS?

E na nossa realidade local? Como ela está organizada? O sistema tem funcionado?

Existe uma preocupação com a prevenção de doenças? Como ela acontece?

Qual a realidade da saúde alimentar? Contamos com uma conscientização a respeito dela?

E a saúde psicológica? Como está?

Exibição do Vídeo (se for possível) – Sem saúde (Gabriel o Pensador)

4.      Iluminar com a Palavra de Deus
Canto: Tua Palavra é lâmpada para os meus pés, Senhor! / Lâmpada para os meus pés, Senhor, luz para o meu caminho! (bis)
Lc 10, 25-37
Momento de silêncio e reflexão
5.      Diálogo e Aprofundamento
O que mais chamou a atenção na leitura do texto? Qual deve ser a meta da vida cristã?
Nós fazemos tudo tendo em vista essa meta? O que já fazemos e o que ainda não conseguimos fazer?
O que fazer para colocar o ensinamento de Cristo no centro de nossa vida? Nossa comunidade pode nos ajudar? Podemos ajudar nossa comunidade?
O que ainda falta para sermos uma fraternidade samaritana?
6.      E nós franciscanos?
Francisco também teve seu momento de samaritano. Leiamos no Testamento de São Francisco, 1-3 a atitude do jovem de Assis com os irmãos leprosos. E nós? Conhecemos a realidade dos hansenianos nos dias de hoje?
7.      Compromisso
Em fraternidade, podemos propor um gesto concreto que demonstre o nosso empenho em pôr em prática a ordem de Jesus, ao final da parábola: “Vai e faz o mesmo!”. Que tal visitar algum irmão enfermo? Pode ser em um hospital ou algum irmão da OFS que está acamado.
Sugestão: Como franciscanos, é muito forte para nós a questão da hanseníase. Esse gesto concreto pode ser a busca por alguma iniciativa com relação a essa doença em nível local e buscar ajudar em algum projeto que atenda os hansenianos.
8.      Oração Final – CF 2012
Senhor Deus de amor, Pai de bondade, nós vos louvamos e agradecemos
pelo dom da vida, pelo amor com que cuidais de toda a criação.

Vosso Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos
e de todos os sofredores, sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude.

Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito. Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão,
se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo,
e que a saúde se difunda sobre a terra.

Amém.

VERSÃO EM PDF: CLIQUE
 Autora: Ana Carolina Miranda
              Subsecretária Regional de Formação de Minas Gerais

Sobre Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: