Blog de Formação

Ter e ser exemplo



By  Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil     17:01     
FESTA DAS CHAGAS: 17 de setembro


Desde crianças, a maioria de nós aprende sobre a vida seguindo os passos de alguém. Crescemos e, mesmo com a vontade de trilhar nosso próprio caminho, escrever nossa história pessoal, ainda buscamos um exemplo. São Francisco de Assis mudou o mundo assim: por meio de uma experiência como essa. Ele encontrou um caminho a seguir nos passos de Jesus, com o que compreendeu do Evangelho.

No entanto, pode-se pensar que mais de mil anos separavam Francisco e Jesus. Apesar das escrituras, a distância entre ambos é considerável. Colocando-nos nessa mesma situação, na busca dos nossos caminhos, muitas vezes encontramos dificuldades em nos guiar pelo exemplo que temos. Não importa muito quem ou o que escolhemos, mesmo podendo conversar e ter contato direto com quem admiramos, essa busca é difícil.

No Monte Alverne, São Francisco se mostrou tão profundo no seu ideal, que acabou por ter gravados em si mesmo os estigmas da paixão. Algumas vezes me pergunto como ele conseguiu momento tão sublime de proximidade com Cristo, seu exemplo, para alcançar esse momento. E a resposta parece bastante simples: não há distância. Diferente de qualquer outro exemplo que tenhamos como leme em nossa vida, Jesus é o único que está sempre conosco, que inclusive nos carrega na necessidade.

As experiências de Francisco com Jesus e o Evangelho são tão fortes porque ele conseguiu sentir o Senhor agindo em sua vida de uma forma diferente. Os estigmas evidenciam a singularidade dessas experiências. Ao mesmo tempo, a mim, esclarecem uma questão que é muita clara para os Cristãos, mas que nem todos conseguem viver no dia a dia. O ideal de vida franciscano traça dois extremos que precisam ser seguidos e vivenciados. O primeiro é que a aproximação de Jesus nos dá forças para vencer as batalhas mais pesadas da vida e entender as derrotas mais sofridas. O segundo, é que ele é também um fardo, somos cordeiros caminhando em meio a lobos e, por isso, sempre devemos estar vigiando, sendo também exemplos aos nossos irmãos.


Luiz Valério Seles – Secretário Regional de Ação Evangelizadora (Sul 3)

Sobre Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: