Blog de Formação


By  Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil     19:49     
MARIA, A ADVOGADA DA FAMÍLIA FRANCISCANA

“ Tinha um amor indizível à Mãe de Jesus, porque fez nosso irmão o Senhor da majestade.  Cantava-lhe Louvores especiais, derramava orações, oferecia afetos, tantos e tais que uma língua humana nem pode contar.  Mas o que mais nos alegra é que a constituiu Advogada da Ordem, e às suas asas confiou para serem protegidos até o fim os seus que ia deixar. Ó advogada dos pobres, cumpre conosco o teu ofício protetor por todo o tempo que foi predeterminado pelo Pai! (cfr. Gl 4,2)” (2 Celano 198)



São Francisco possuía grande devoção por Maria, e por muitas vezes a chamou de Senhora Pobre, visto que sua pobreza pode ser retratada ao se tornar solidária dos pobres para participar da obra de encarnação de Deus. O próprio sim de Maria demonstra sua pobreza, sua humildade perante Deus. Dizer sim coloca Maria como importante personagem na Igreja Católica, assim como para os franciscanos. Francisco, ao exigir que os frades exerçam a pobreza, não relaciona essa pobreza somente com Jesus Cristo, mas com sua Mãe Santíssima também.
O amor de Francisco à Maria parte de sua contemplação ao mistério da redenção; admira a Francisco o efeito que o sim de Maria teve na humanidade, sua história de salvação, maternidade, sua fé inabalável e principalmente sua humildade perante Deus. Para ele o mistério da graça da Virgem Mãe deve ser seguido por ele e seus frades como uma verdadeira forma de vida. Para Francisco, a pobreza de Maria e de Jesus, seu filho, era como o espelho da imagem de Deus. Dizia: “ Quando vês um pobre, meu irmão, tens à frente um espelho do Senhor e de sua pobre Mãe (2Cl. 85)." Por isso, nada mais justo que Maria ser a advogada dos pobres, a defensora dos oprimidos.



"Salve, Senhora santa, Rainha santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois Virgem feita Igreja, eleita pelo santíssimo Pai celestial, que vos consagrou por seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Salve, ó palácio do Senhor! Salve, ó tabernáculo do Senhor! Salve, ó morada do Senhor! Salve, ó manto do Senhor! Salve, ó serva do Senhor! Salve ó Mãe do Senhor! Salve vós todas, ó santas virtudes derramadas, pela graça e iluminação do Espírito Santo, nos corações dos fiéis, transformando-os em fiéis servos de Deus."


                                Por Amanda Rocha, Secretária de Formação - Regional Sul 3.

Fonte: Fontes Franciscanas

http://www.franciscanos.org.br/




Sobre Juventude Franciscana JUFRA) do Brasil

A Juventude Franciscana (JUFRA) é uma proposta de vivência cristã destinada a jovens que, por vocação, carisma ou índole, se comprometem com o ideal de vida inspirado na espiritualidade franciscana A JUFRA é, ou deve ser, um monte de gente nesse mundão a fora, que tomou consciência de que: primeiro, deve esforçar-se para melhorar o mundo; segundo, que a melhora do mundo começa a partir de si mesmo; e que é preciso no mundo uma escola que ajude as pessoas a tomarem consciência disso. (Essa escola é a própria JUFRA) A JUFRA tem estilo e características próprias. Por isso nessa fraternidade de jovens, os jufristas assumem todos os deveres e, por conseguinte, gozam de todos os direitos inerentes ao compromisso franciscano de vida secular Segundo o Estatuto da JUFRA do Brasil, ela é uma associação civil com caráter e objetivos dentro exclusivamente dos campos Religioso, Educacional e Social.

Nenhum comentário: